CURSO DE Graduação

Engenharia Civil

  • Modalidade: Bacharelado
  • Carga Horária: 3860 horas
  • Duração do Curso: 10 semestres
  • Turno: Noturno
  • E-mail: 2021.fernandoampessan@cnec.br
  • Autorização: Portaria nº 339, de 29 de maio de 2014 - DOU 30.05.2014
  • Coordenação: Fernando Ampessan
  • Titulação: Mestre
  • Lattes: http://lattes.cnpq.br/7574644949585977
  • Horário de Atendimento: Segunda-Feira: 13h às 17h30, Terça-Feira: 13h30 às 17h30 / 20h40 às 21h30, Quarta-Feira: 19h00 às 20h40, Quinta-Feira: 13h30 às 17h30 / 19h às 20h30

Objetivos

O Curso de Engenharia Civil do INESC tem como objetivo geral formar engenheiros com capacidade de desenvolvimento intelectual autônomo e permanente, éticos e comprometidos com a construção de uma sociedade mais justa e igualitária, dotando os futuros profissionais de conhecimentos técnicos, humanísticos, ambientais e histórico-sociais necessários ao entendimento, interpretação e intervenção na realidade nacional, regional e local, especificamente na cidade de Unaí/MG e na região Noroeste de Minas, bem como instrumentalizando-os com métodos, técnicas e recursos que possibilitem uma atuação condigna e competente nas suas funções na área Engenharia Civil.

Com base em seu objetivo geral, delinearam-se como objetivos específicos deste curso os pontos destacados a seguir:

  • formar um profissional global e pluralista com formação multidisciplinar;
  • preparar profissionais capacitados a exercer as funções clássicas da Engenharia Civil, tais como: prevenir, planejar, calcular, projetar, organizar, comandar, gerenciar e controlar;
  • formar profissionais criativos, inovadores, líderes, empreendedores e que tenham visão de futuro;
  • preparar profissionais capazes de contribuir para o desenvolvimento de novos modelos empregáveis à profissão; e
  • formar profissionais com sólida formação humanística e consciente do seu papel social.

Área de atuação

O Engenheiro Civil é um profissional capacitado a atuar na concepção, planejamento, projeção, construção, operação e manutenção de obras de infraestruturas diversas. Suas atividades incluem:

  • supervisão, coordenação e orientação técnicas; estudo de planejamento, projeto e especificação de construções diversas;
  • estudo de viabilidade técnico-econômica;
  • assistência, assessoria e consultoria;
  • direção, execução e fiscalização de obras e serviços técnicos;
  • vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico.

Além disso, poderá desempenhar cargos e funções técnicas, elaborar orçamentos e cuidar de padronização, mensuração e controle de qualidade. Poderá, também, coordenar e supervisionar equipes de instalação, montagem, operação, reparo e manutenção. Ainda, executará projetos técnicos e se responsabiliza por análise, experimentação, ensaio, divulgação e produção técnica especializada.

Projeto Pedagógico do Curso

De acordo com a normatização do Ministério da Educação (MEC), o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) é o instrumento basilar de organização dos cursos de graduação. Anexo encontra-se o Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Civil da Faculdade CNEC Unaí.

Projeto Pedagógico Engenharia Civil

Perfil do egresso

As bases do perfil profissional do Engenheiro Civil a ser formado pelo INESC estão alicerçadas nas premissas das Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso e do ENADE, bem como na realidade local da cidade Unaí/MG, regional, especialmente em relação ao Noroeste de Minas, nacional e internacional.

O profissional terá uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, que dará uma base sólida, por meio de conhecimentos técnicos e científicos necessários para sua atuação no mercado de trabalho. Estará capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais locais, regionais e nacionais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade. Tudo isso, proporcionará ao Engenheiro formado pelo INESC, adequar-se às mudanças tecnológicas e às exigências de um mercado globalizado e competitivo.

Dentro desse contexto, exigirá que este profissional desenvolva como competências e habilidades:

  • aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia civil;
  • projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
  • conceber, projetar, executar e analisar sistemas, produtos e processos voltados à engenharia civil;
  • planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia civil;
  • identificar, formular e resolver problemas de engenharia civil, considerando os aspectos locais, regionais e nacionais;
  • selecionar e identificar materiais adequados para uso nas construções locais, regionais e nacionais;
  • desenvolver e/ou utilizar novos materiais, ferramentas e técnicas voltadas à engenharia civil;
  • supervisionar, operar, avaliar criticamente e promover a manutenção de sistemas;
  • comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
  • interpretar textos técnico-científicos;
  • compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais;
  • avaliar o impacto das atividades da engenharia civil no contexto ambiental e social, considerando os aspectos locais, regionais e nacionais;
  • avaliar a viabilidade econômica de projetos ligados à área de engenharia civil;
  • atuar em equipes multidisciplinares;
  • atuar com espírito empreendedor;
  • assumir a postura de permanente busca de atualização profissional.

Contudo, o Engenheiro Civil a ser formado pelo INESC será um profissional capacitado a atuar na concepção, planejamento, projeção, construção, operação e manutenção de obras de infraestruturas diversas. Suas atividades incluem: supervisão, coordenação e orientação técnicas; estudo de planejamento, projeto e especificação de construções diversas; estudo de viabilidade técnico-econômica; assistência, assessoria e consultoria; direção, execução e fiscalização de obras e serviços técnicos; e vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico.

Além disso, poderá desempenhar cargos e funções técnicas, elaborar orçamentos e cuidar de padronização, mensuração e controle de qualidade. Poderá, também, coordenar e supervisionar equipes de instalação, montagem, operação, reparo e manutenção. Ainda, executará projetos técnicos e se responsabiliza por análise, experimentação, ensaio, divulgação e produção técnica especializada.

Em suas atividades, o Engenheiro Civil deverá sempre considerar a ética, a segurança, a legislação e os impactos ambientais. É dentro desta visão que o INESC pretende trabalhar a formação de novos engenheiros civis, formando cidadãos/profissionais compromissados com o desenvolvimento e o bem-estar da sociedade.

Estrutura curricular

O curso de Engenharia Civil contempla, em sua estrutura curricular, conteúdos/disciplinas que atenderão aos seguintes eixos interligados: formação fundamental, geral ou humanística; formação profissional, para o aluno obter habilitação profissional ou titulação acadêmica, incluindo estágio; formação complementar ao campo principal de estudo; formação especializada ou aprofundamento de estudos; e atividades acadêmicas, complementares ou de iniciação científica.

O currículo do curso de Engenharia Civil abrange uma sequência ordenada de disciplinas e atividades, hierarquizadas em períodos letivos, cuja integralização dá direito ao correspondente diploma.

A organização curricular do curso contempla também Atividades Complementares, a serem desenvolvidas ao longo do curso, destinadas a promoverem a intradisciplinaridade, a interdisciplinaridade e a transversalidade, ao resgatarem experiências do educando, podendo abrigar atividades de iniciação científica, extensão e eventos culturais, científicos e educacionais.

A integralização curricular será feita pelo sistema semestral, com a oferta de disciplinas, em vinte semanas, respeitado o mínimo de duzentos dias letivos anuais. A duração e o conteúdo das disciplinas estão em consonância com a carga horária total do curso de Engenharia Civil e, para todos os efeitos, ficam incorporados ao currículo do curso correspondente.

A estrutura curricular do curso encontra-se no link abaixo.

Estrutura Curricular Engenharia Civil

Corpo Docente

O corpo docente é o principal sustentáculo de qualquer programa educacional, e apoiado nessa afirmação, também não é diferente com os docentes do INESC. Os professores que atuam no Curso de Engenharia Civil do INESC são suficientes em número e reúnem competências associadas a todos os componentes da estrutura curricular. Sua dedicação é adequada à proposta do curso para garantir um bom nível de interação entre discentes e docentes.

Os professores possuem qualificações adequadas às atividades que desenvolvem e foram selecionados, levando-se em consideração as características regionais em que está inserido o curso, bem como a concepção pedagógica proposta. A competência global dos docentes pode ser inferida de fatores como qualificação acadêmica, experiência profissional e de magistério superior, habilidade para a comunicação, entusiasmo para o desenvolvimento de estratégias educacionais mais efetivas, participação em sociedades educacionais e técnico-científicas, exercício efetivo de atividades educacionais, em áreas compatíveis com as do ensino nos programas do curso.

Relação de docentes do curso de Engenharia Civil:

Denise Regina Frees Gatto
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6052002768047483

Diego Alves Cortes
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3757295429892868

Elenice Delfino Borges Costa
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3658340777236939

Fernando Ampessan
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7574644949585977

Filipe Rizzo
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5294693745066565

Helen Danyane Soares Caetano de Sousa
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6194032837082195

Lara de Windson Oliveira Almeida Marchiore
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0553309311184827

Paulo Augusto Miers Zabot
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3371207811593066

Viviane Ribeiro
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5498527863995978

Wilson Roberto Dejato da Rocha
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3223230366189303

Zeuman de Oliveira e Silva
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7876144768305084

Colegiado

O Colegiado de Curso é órgão superior deliberativo em matéria didático-científica e disciplinar.

A composição do Colegiado de Curso de Engenharia Civil é:

Fernando Ampessan (Coordenador)
Paulo Augusto Miers Zabot (Docente)
Denise Regina Frees Gatto (Docente)
Wilson Roberto Dejato da Rocha (Docente)
Paulo Vitor Santana Versiani (Discente)

Núcleo Docente Estruturante

O Núcleo Docente Estruturante (NDE) é o órgão executivo responsável pela concepção do Projeto Pedagógico do curso e tem, por finalidade, a implantação do mesmo.

O Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Engenharia Civil, é composto por cinco docentes, conforme estabelece a Resolução do CONAES nº 1/2010. Além disso, os membros atendem aos requisitos de titulação e regime de trabalho, exigidos pela referida legislação.

  • Fernando Ampessan – Mestre
  • Paulo Augusto Miers Zabot – Mestre
  • Fabrício Oliveira Leitão – Mestre
  • Paulo César Rodrigues Borges – Doutor
  • Zeuman de Oliveira e Silva – Mestre

ENADE

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), instituído pela Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004 e regulamentado pela Portaria nº 603, de 7 de março de 2006 , é parte integrante do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), que compreende três instrumentos: a Avaliação das Instituições, dos Cursos e dos Estudantes.

O Enade é um instrumento destinado a avaliar o desempenho dos estudantes com relação:

  • aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos de graduação;
  • ao desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional;
  • ao nível de atualização dos estudantes com referência à realidade brasileira e mundial.

O Enade é componente curricular obrigatório dos cursos de graduação e a regularidade junto ao ENADE, seja pela efetiva participação ou pela dispensa oficial pelo MEC, é condição prévia a conclusão de curso de graduação, expedição e respectivo registro do diploma.

Períodicos Online

O curso disponibiliza na Biblioteca da Instituição periódicos impressos e também, acesso a Periódicos Livres e a Base de Dados de Periódicos Científicos EBSCO, maior empresa de bases de dados online de periódicos estrangeiros e nacionais no mundo, disponibilizando acesso online a periódicos via bases de dados em texto completo para os maiores centros de pesquisa no Brasil e no mundo.

Períodicos Livres
Períodicos EBSCO

Estas bases de dados encontram-se disponibilizadas para consulta dos alunos nos terminais da Biblioteca e nos computadores dos Laboratórios de Informática.

Critérios de Avaliação

RESOLUÇÃO Nº CS/012/2015, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015.

Dispõe sobre o Regulamento Geral da Avaliação de Desempenho Acadêmico por Disciplina da Faculdade CNEC Unaí

RESOLUÇÃO Nº CS/012/2015, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015.
Entra em vigor em 1º de janeiro de 2016.
RESOLUÇÃO Nº CS/012/2015, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015.

Dispõe sobre o Regulamento Geral da Avaliação de Desempenho Acadêmico por Disciplina da Faculdade CNEC Unaí.

Regulamento Geral da Avaliação de Desempenho Acadêmico


Aguarde...